terça-feira, 9 de outubro de 2007

A cor DA dor


Qual será a minha cor

a que carrego cá dentro

pesada, cansada, adormecida

num sono tão leve que castiga.



É só minha esta cor dorida

não a vou passar a ninguém.

Junto a minha à tua

e carrego as duas

para te poupar.



Coloco um fraco sorriso

nos olhos tristeza sofrida

corro e ponho os óculos

porque os olhos mostram

o que quero guardar

só para mim

para te poupar.


suporto o meu e o teu peso

e sem nunca me queixar,

para te resguardar.


Fico com todas as cores

sem saber ao certo

de que cor é a dor

que trago cá dentro.




13 comentários:

Bichinho disse...

Adorei !!
Adorei mesmo, tem dores que tantas vez acabam incolores.

Beijo fantasma.

Som do Silêncio disse...

Bom dia Mimo-te!

Ora aqui está um texto que eu adorei!
Não te sei dizer qual a cor, mas espero que seja bem suave....assim como a dor que poderás sentir.

Deixo-te um Beijo Silencioso....colorido desta vez!

Entre linhas... disse...

Em cada dor uma cor,consoante o estado de alma,por vezes temos um arco irís dentro de nós.
Bjs Zita

Amaral disse...

Sinto as tuas cores pesadas e carregadas com sofridão...
O teu "fraco" sorriso terá que se expandir e fazer brilhar esses olhos que guardam muitas mágoas, mas, certamente, muitas alegrias também...
Se o teu poema tem tristeza é porque precisa dela!
Mas não por muito tempo! As cores iluminam-se e viram beleza, quando menos se espera!!!

sofia disse...

a cor que trazes é a cor do amor, só pode!
lindo o teu poema, e os olhos são o espelho da alma...
beijo meu

GarçaReal disse...

Mas são pesadas as cores que carregas...Afinal são tantas.

Lindo

bjgrande

Fernanda e Poemas disse...

Olá mimo-te,e dou-te mesmo muitos miminhos,estás triste ; Não estejas eu dou-te um pedacinho do meu coração para te fazer feliz.
Muitos beijinhos,
Fernandinha

Whispers in night disse...

ola Mimo-te
Ca esta um poema com sentido, bonito adorei menina..
Dizem que a lagrima nao tem cor, Tb acho que a dor cor nao tem, cada um leva a sua cruz e feliz daquele que nao quer dar a sua cruz a ninguem.
Desejo linda que a tua dor nao tenha cor mesmo, e que acordes sem saber qual era a sua origem de ser dor:)
Te deixo mil beijinhos para que teu coracaozinho de poeta escreva muitos mais poemas assim
Whispers

Mestre disse...

Oi. Agradeço o destaque que deste ao meu blog. Quanto à cor que transportas dentro de ti...creio que serás um arco-íris....
Beijo

Nanda Nascimento disse...

Gostei desta parte "porque os olhos mostram o que quero guardar".
Hoje estou tentando esconder os meus também, pois o nosso olhar nos entregua!
Beijos e flores!!

O Profeta disse...

Tem tanta cor a tua alma...não deixes que as tuas dores lhe roubem as cores...


Doce beijo

Um Momento disse...

Pegando na tua mão
Escolhendo as cores do arco iris
A tua dor pretendo tornar mais leve
Pegas-te na minha
A carregas-te sózinha
Agora é a minha vez
Não deixarei que a carregues mais sózinha

Este teu poema tem cor de Luz
Belo este teu sentir , muito belo

Beijo Mimado
(*)

Luz&Amor disse...

Fico com todas as cores.
Mas, sem as dores.

Um beijo com carinho.