quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Alma


Quando o amor é tão forte
que as mais doces palavras
parecem banalidades
quando até a nossa voz
nos queima de tanto
doer verbalizar
quando todo o corpo treme
só de pensar no teu nome
a alma grita aflita
por tanto ser o desejo
de um beijo
e de tanto te querer amar

18 comentários:

Betty Branco Martins disse...

_________minha querida






amor___________não é



uma palavra


é___________uma vogal de





veludo__________...




maravilhoso o que li:))






beijO c/ carinhO

leonor costa disse...

Quando o amor é forte tudo gira em torno da pessoa amada e nada nos parace suficiente para expressarmos os nossos sentimentos. Bela é a vida com amor quando não nos esquecemos de que ele, tal como uma chama, tem de ser alimentado.
Felicidades!

Beijinhos

HOJE E AMANHÃ

♥Coragem disse...

Linda poesia, carregada de paixão, aquela que te caracteriza e já nos vais habituando.
Beijo mimado

Siala ap Maeve disse...

Quando é assim...
é perfeito :)
Beijos meus

poetaeusou . . . disse...

*
genial
,
só de pensar no teu nome,
----- um poema -----
,
conchinhas
,
*

Black Rose disse...

Poema magnífico onde me identifico plenamente, fizeste-me sonhar...

Maria disse...

In.ten.ssí.ssi.mo.
Bebi cada palavra tua...
Lindo!!!!!

Beijos, tantos.

Anónimo disse...

Escreveu Fernando Pessoa: Deus quer, o Homem Sonha, a Obra Nasce!
Deus quis que existisse uma pessoa linda, que essa pessoa sonhasse e que finalmente a obras nascesse. Essa obra é a Poesia Pura que escreves e a sensibilidade com que foste tocada!

Amote!

Por entre o luar disse...

Ai ai o amor:)

sentimento complexo..:P mas lindo demais:D

Beijinho grande e sorrisinho*

Ana disse...

Querida mimo-te aqui te deixo um dos textos que tenho no meu cantinho...

Grito-te, do mais profundo que há em mim!
Grito-te!
Mas o grito não ecoa!
Hoje não há paredes que o silenciem, porque o meu grito vem do extremo da minha alma.
Deste extremo onde me encontro sozinha, onde tudo se mostra assim como é!
Grito-te!
Para que abras a alma ao sopro do amor,
Ao toque da essência que permite que entre em ti a minha vida,
Grito-te á noite, calma e tranquila,
Grito-te para que me invadas, e segures cada gesto que quero deixar cair sobre o teu corpo, a cada toque que ainda não sentes!
Embalada sobre braços inventados e tantas frases escritas,
Nesta noite,
Grito-te á vida!

(A necessidade que por vezes a alma tem de gritar é imensa)

Fica bem
Beijinho doce,:)*

Sol da meia noite disse...

Assim é o A M O R, querida amiga.

Abracinho

JOSÉ NEVES disse...

O amor é tudo isto e muito mais, exista o caminho para ambos os lados encontrarem a verdadeira paixão.
Como sempre, belas as tuas palavras.

Beijos

««§εмф†ϊvф»» disse...

Sinto isso, e confesso amiga que tenho medo. Medo de sofrer, de não ser conrrespondida neste sentimento.

Insegurança?? é... pode ser...

Rsrs

Grande beijo

Ah! Uma pergunta: qual foi a maior lição que vc já tirou do amor???

Ray

Girafa cor de rosa disse...

Divinal este teu texto! às vezes sinto-me assim e é tão bommmmmm quando isto acontece! Bjs

♥ Dil disse...

linda e pura, akilo ke sinto neste momentoo, lindoo o AMOR
um jinho para ti de BOM fim de SEMANA :))

Blue Velvet disse...

Quando o amor é enorme e desmedido, nenhuma palavra chega, mas também nenhuma é banal.
Lembras-te?
" Só quem nunca escreveu cartas de amor ridículas...
Beijinhos e veludinhos, amiga

Pearl disse...

e é tão bom...
:o)))***

variasformasdearte disse...

O Desejo de Amar... o encontro de 2Almas... muito bonito

Bjs