segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Caminhamos

No turbilhão da vida
a paz do teu olhar
para aquietar o meu ser


Nas noites de vendaval
a minha ternura
para suprir o teu fogo
Dois caminhos
o mesmo refúgio

11 comentários:

Fátima disse...

Olá amiga Mimo-te!
"Dois caminhos
o mesmo refúgio"
Que nesse refugio mágico e intimo, possam ter os vossos momentos unicos e cheios de amor e ternura!!!!!!!!!!!!



Deixo-te um grande abraço com carinho e um desejo de uma otima semana!

Blue Velvet disse...

Protege esse refúgio.
Deve ser lindo
Contigo a iluminá-lo!

Ilumina-me...iluminem-se

Veludinhos e miminhos

Gerlane disse...

Que coisa boa:encontrar a cumplicidade em todos os momentos!

Beijos!

Sol da meia noite disse...

Minha amiga
Perfeito este post!
A convergência do sentir...

Beijinhos muitos

poetaeusou . . . disse...

*
odores e odores,
de galáxias em turbilhão,
,
conchinhas
*

FM disse...

Essa do refúgio está brilhante, como tu... Parabéns.
Gosto imenso da tua escrita...

Por entre o luar disse...

Muito giro***

Beijinhos sorridentes=P

Plum disse...

A paz no olhar!***

Maria disse...

Fiquei sem palavras..........

Beijo.

Whispers in night disse...

Ola linda!

quando se ama de verdade o caminho e o mesmo, mesmo que seja dois a caminhar em caminhos separados, so que, vao na mesma direcao um do outro
beijinhos
Whispers

‽ ««§εмф†ϊvф»» ‽ disse...

Assimé o amor. este complemento, entrega súbita , desencontros e encontros maiores.

Bj

ray