domingo, 7 de agosto de 2011

Quero-te


És imagem
ou miragem




O que queres ser,
Para mim?
Fantasia ou poesia?
Onde gritas que não te oiço?
Onde beijas que não te sinto?




Imagino-te?
Sim! e posso viver de te ter
Na minha imaginação
Mas não é o que desejo,
O que quero!




Ou te sinto pele contra pele
Lábios frementes
Húmida e transpirada
Entrega desejada,
ou não há nada!




Quero ouvir o teu grito
Sentir o teu prazer
A tua oferta ...
Coração com coração,
Sangue com sangue,
Grito com grito,
respiração com respiração.




Não te escuto
porque não te ouvi...




Como te posso sentir
se não me sentiste?
sem imagem
não há miragem!




Só depois o silêncio,
O nosso silêncio,
será imagem
não miragem"

Fernão Botelho



10 comentários:

O Profeta disse...

Sonhei com uma estrela do céu
Sonhei-a vivendo no meio do Mar
Sonhei com a verdade de uma palavra
Soletrei sete vezes a palavra amar

Neste sonho vi uma árvore triste
Pensei em sete coisas impossíveis de fazer
A primeira era voar com as nuvens
A ultima sobre as águas de um Lago correr

E vi pássaros de cores nunca vistas
Refulgentes lírios de ouro de lei
Apenas uma hortênsia me pareceu ali perdida
Vi palpitantes borboletas e o coração calei

Mágico beijo

Sonho & Sedução disse...

É bom retornar e ver que continuas a escrever lindos poemas...
Te convido a retornar ao meu cantinho...
Estou tentando retornar a blogsfera...
Beijo com carinho

Anónimo disse...

HI, I just joined this community. I m from romania. I like this forum.......hope to learn lot of things here ;-)

O Profeta disse...

És diferente...sente-se...!


Doce beijo

lua prateada disse...

É preciso a presença para tudo se poder sentir...
Beijinho com carinho


SOL

O Profeta disse...

Tenho uma fé feito de mil cores
Uma paleta onde misturo as emoções
Este pincel deixa tanta marca vibrante
E um mundo imenso de contradições

Pinto rostos, o céu, a saudade
Pinto mentiras, corações sem chama e verdades
Pinto o Mundo muito à minha maneira
E um barco carregado de puras saudades

E apago o olhar para ver melhor
Para sentir o dizer de um amarrotado papel velho
O que vejo está muito para lá de sentir
Nesta…Outra face do Espelho…

Mágico beijo

O Profeta disse...

Senti nos pés o pulsar da ilha
Um farol avisa o longe do perto
A lava encoberta na costa dormente
Sete rumos e apenas um certo

Neste Mar senti a vontade de prantear
A nudez da noite no encontro do silêncio total
Encobriu meu pranto das estrelas
Uma zombeteira Lua marcou no dia o encontro final

Mágico beijo

Tentativas Poemáticas disse...

Que saudades do "Mimo-te"!
Neste dia especial vim aqui deixar-te um beijinho e votos de muita felicidade.
António

O Profeta disse...

Tão calmamente corre esta viagem
A terra anda devido ao amor
O que é isso de amar com amor?
O que é isso de o perder sem dor?

O que é isso de acreditar
Às vezes Deus carrega ao colo um justo
Às vezes uma reza acende o Sol a meio da noite
Às vezes duvido acreditando a custo

Abracei o mundo este natal
Lembrei passados desvanecidos
Senti aromas que pensei perdidos
Senti que a vida me infligiu mil castigos

Senti que a solidão era a porta para a razão
Que era uma criatura sem grande importância
Senti que ainda não tinha traçado todos os rumos
Que não há longe perto da distância

Amaral disse...

Sempre foste especial nas palavras dos teus comentários...
Por isso (e pela tua assiduidade) és lembrada no meu sítio com muita saudade...
Um ano feliz para ti!!!