quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Eu Não Sabia....


Sabes?... eu não sabia
que nossos corpos podiam
respirar o mesmo ar
tua música fazia
encantar-me e cantar

Sabes?... eu não sabia
o que a tua voz podia
meu coração acalmar
que o meu corpo estremecia
ao ritmo do teu dançar

Sabes?... eu não sabia
que o teu abraço fazia
meu corpo tremer, vibrar
que as tuas mãos tatuariam
minha pele ao seu tocar

Sabes?... eu não sabia
que as nossas bocas sentiam
mesma paixão ao beijar
que em desejo e sintonia
em vida se pode amar

Sabes?... eu não sabia ...
Mas vim aqui te contar.

Paula Minau
Fernão Botelho

19 comentários:

Maria disse...

Tu não sabias....
... mas vieste aqui contar...
:)))
(malandreca ;) )

É assim a vida. Descobrimos, felizmente a tempo, as coisas bonitas que temos para viver...

Beijos

BorboletaDistraída disse...

Lindo, lindo... Este vou copiar :)

Beijos

Pearl disse...

sempre a aprender!!!

:o)))***

Cila disse...

Que lindo...adorei...mas eu já sabia que escrevias assim tão bem...

BEIJO

Amaral disse...

Não sabias, mas pressentias...
Como o respirar, também o amor acontece e sempre o tivémos dentro do peito...
O teu poema fala daquilo que temos todos em comum, para dar e receber, num abraço, num simples gesto...

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog, foi muito bom vir aqui.
Apareça.
Maurizio

TRISTAN disse...

Eu também não sabia...Até ter encontrado quem me mostrou...

Agradeço a partilha

E gostei muito do espaço. Voltarei.

Um Momento disse...

Olá:)
Andei ausente imenso tempo ...
Tenho a dar-te os meus sinceros Parabéns...
Gostei imesno do que li e agora também a "4 mãos"
Gostei imenso
Beijo grande e continua :))))))

Bom Domingo

(*)

Tentativas Poemáticas disse...

Coitadinha da ignorante Paula Minau. Não sabia nada! Mas, deixando de brincar, todos ficamos a saber e a "degustar" este lindíssimo poema tão bem escolhido e compartilhado.
Obrigado MIMO-TE.
Beijinho
António

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga, como sempre belo texto...Espectacular...
Beijos

Por entre o luar disse...

...Nada acontece por acaso e tudo pode acontecer...*:S

beijinho e sorrisO*

Por entre o luar disse...

...Nada acontece por acaso e tudo pode acontecer...*:S

beijinho e sorrisO*

suruka disse...

Olá

Tambem eu nao sabia...

Lindo tudo e bela musica ao lado.

bjs

Sei que existes disse...

O amor no seu melhor!
Beijocas grandes

Betty Branco Martins disse...

.olá:)________minha querida










FESTAS FELIZES:)_______MUITA





.PAZ_____para o mundo

.SAÚDE______para todos nós

.MUITO AMOR_____no coração de cada "homem"


.UM GRANDE SORRISO_____no rosto de cada criança

.UM OLHAR PARA CADA IDOSO____e ver uma fonte de sabedoria_______...



._________e que se diga_____




"FESTAS FELIZES" TODOS OS DIAS:))





beijO______ternO

com amizade

A.S. disse...

Lindo Poema Paula!...

Há tantas coisas que não sabemos... e a cada instante, há uma nova descoberta!...

Bjus

AL

impulsos disse...

Sabes Paula, gosto muito daquele vídeo ali ao lado... já o conhecia e é realmente fantástico!

Gostei de te ver lá pela nossa grande casa de poesia chamada Luso Poemas.

Beijo

José Manuel Brazão disse...

Gostei tanto do poema que entrei na trama da ingenuidade!

Com a idade que tenho por vezes sou ingénuo! A sério!
Gostei muito e feliz a primeira visita.
Um Blog lindo como a responsável!
Beijos com carinho

Amaral disse...

Na verdade, o Natal terá de ser todos os dias!
Que todos os dias do novo ano sejam, então, natais de doce sabor, momentos desdobrados de amor colectivo, que nos faça ser aquilo que desejarmos em cada momento da vida...
Natal feliz para ti e para tudo à tua volta!