domingo, 19 de abril de 2009

Os nossos filhos não são nossos...

.
.
.







Os nossos filhos não são propriedade nossa.É necessário que possam contar connosco, sabendo que os amamos, protegemos e cuidamos.Que nunca seremos egoístas ou inconsequentes.
.
Os nossos filhos têm o direito ao nosso amor incondicional. Se os amassemos incondicionalmente, estariam sempre em primeiro plano, seriam o nosso maior bem, mas mesmo assim nunca seriam nossos.
.
Quantas vezes, pais e mães lutam pela sua "posse" como se eles lhes pertencessem!
.
Não importa se nessa "luta" as crianças vivem momentos e situações que nunca deviam presenciar e sentir.
.
Sentimentos de medo, solidão e insegurança ou até de pânico que os marcam para toda a vida e cujos efeitos traumatizantes começam imediatamente. Quantas vezes esses traumas ditam tanto o seu comportamento como o seu futuro.
.
Será que os pais conseguem parar e pensar que o mais importante é o bem-estar dos seus filhos?
.
Será que conseguem evitar usa-los como arma de arremesso?
.
Será que os pais conseguem olha-los nos olhos e entender o medo e a tristeza com são fitados?
.
Seremos bons ou maus pais?
.
Seremos capazes de amar incondicionalmente e darmo-nos também dessa forma?
.
Seremos capazes de olhar aqueles olhos inocentes e entender que só nos pedem amor, sinceridade e riso?
.
Seremos capazes de ser mais naturais e humanos?
.
Será bom pensar em tudo isto e abrir o nosso coração à felicidade e à sorte de poder ser mãe ou pai, mesmo que seja de um filho do coração.
.
.
.
Paula Minau

3 comentários:

Amaral disse...

Com tanto que por aí se ouve, a tua reflexão de hoje merece atenção.
O amor aos filhos é um sentimento muito particular, muito especial. Qualquer pai ama os seus filhos!
Mas, muitas e muitas vezes, o comportamento dos pais tem algo que se reflecte negativamente no comportamento e desenvolvimento.
E, muitas vezes também, o comportamento dos filhos condiciona a felicidade dos pais, impedindo-os de vivenciarem a vida tal como eles gostariam de o fazer...
Temos um pouco das duas coisas nas sociedades actuais.
Mas o Amor recíproco, esse, quase sempre é sublime e incondicional.

Plum disse...

http://monisan.mybrute.com

Um jogo online engraçado para relaxar um pouco!!!Cria o teu guerreiro, dá-lhe 1 nome e realiza os combates!
Qdo deres um nome ao teu guerreiro regista-te e ficas com um link k podes enviar aos amigos para eles tb se juntarem ao jogo!!!!

Abraços!

Anónimo disse...

feeding paths viral cmpi iraq needagreed mill begampet madhurkar olrqw reflections
semelokertes marchimundui